LEISHMANIOSE


Leishmaniose Canina: * O que é a Leishmaniose? A Leishmaniose é uma doença crónica que pode causar, além de muitos outros problemas, falência renal, a principal responsável pela evolução fatal da doença. E é uma zoonose (poderá ser transmitida a humanos). O cão é o hospedeiro reservatório, o vector é o flebótomo ou mosca da areia, que possui actividade nocturna e crepuscular habitando preferencialmente em locais húmidos e frios como fendas de árvores, mato, tocas, jardins etc. Com melhores condições cliematéricas a actividade destes mosquitos pode estender-se de Março a Dezembro, mas é mais concentrada nos meses de Julho e Setembro. Cães que se encontram ao ar livre nas horas mais críticas têm maior probabilidade de contrair a doença. A prevalência da Leishmaniose canina em Portugal é superior a 20% tendo maior incidência na região de Lisboa e arredores, existindo alguns focos endémicos na periferia de Lisboa, incluíndo Mafra. A doença afecta diversos órgãos do cão, como os rins, o fígado e a pele, podendo tornar-se fatal. Provoca dermatite crónica proliferativa, que se apresenta em regiões com falta de pelo (alopécia), em redor dos olhos, da face e lábios. Os animais geralmente apresentam feridas de difícil cicatrização, seborreia (escamação cutânea tipo caspa) lesões no nariz e nos pavilhões auriculares (orelhas), também podem aparecer lesões oculares como a conjuntivite e ainda provocar poliartrite.

* Como posso proteger o meu cão? - Através da vacinação e também da pipeta de última geração. - A dupla proteção (vacinação e pipeta de última geração) garante a melhor prevenção, incluíndo o tratamento preventivo da Leishmaniose e da dirofilariose (doença que se transmite pela picada do mosquito que introduz larvas no cão, que se convertem em parasitas adultos e vivem no coração, podendo levar à morte do animal). - Evite os passeios entre o entardecer e o amanhecer, porque corresponde ao período de maior atividade dos flebótomos e mosquitos, e, evitando zonas com águas paradas, pois é onde os mosquitos se costumam reproduzir. - Tome medidas para impedir que os insectos voadores entrem em sua casa (ex: utilização de redes mosquiteiras). - Aconselhe-se com o seu médico veterinário. Alguns links importantes: http://www.stopasparasitas.pt https://www.youtube.com/watch?time_continue=23&v=3wBDINNSa64 http://www.stopaosparasitas.pt/cao/parasitas-externos http://www.stopaosparasitas.pt/cao/curiosidades Visite a nossa loja física e esclareça as suas dúvidas. N' O Cantinho da Pip's em Mafra, junto ao McDonald's. Visite o nosso website e subscreva a nossa newsletter em www.ocantinhodapips.com

#leishmaniose #canina #vacinação #tratamento #cantinhodapips #tratamentoeprevençãodaleishmaniose #parasitasnão #operigovoa #ceva

149 visualizações