PULGAS : O que deve saber?


PULGAS? As pulgas são insetos que se alimentam de sangue e que incomodam cães e gatos, são de difícil erradicação e podem inclusive causar problemas graves ao transmitirem agentes patogénicos e parasitas. Assim o tratamento/prevenção rigorosa e regular, permite que possa ficar tranquilo quanto a este parasita. Lembre-se: a qualidade de vida dos seus animais de companhia, está nas suas mãos! A presença de pulgas é evitável, sendo possível controlar com produtos eficazes e adequados.

QUE PROBLEMAS PODEM CAUSAR AOS ANIMAIS? Dermatite alérgica à picada da pulga (DAPP) As picadas das pulgas têm como resultado para os cães e gatos, e por vezes para os donos, irritação, dor e prurido. Adicionalmente, quando o animal é alérgico a alguns componentes da saliva da pulga pode surgir a DAPP, cujos principais sintomas são: Perda de pelo no terço posterior, Prurido generalizado, Lesões na pele com espessamento e perda de elasticidade e, no caso dos gatos podem automutilar-se produzindo feridas consideráveis. Transmissão de vermes achatados (Céstodos) As pulgas são o hospedeiro intermediário da ténia Dipylidium caninum, a mais comum em cães e gatos. Os cães e gatos ao lamberem o pelo podem ingerir uma pulga infetada com a forma larvar da ténia. Esta é libertada no intestino do cão/gato e evolui até à forma de adulto. Assim é, geralmente, necessário tratar os animais que têm pulgas também contra os céstodos (parasitas internos). Este céstodo pode causar os seguintes problemas: - Carências Nutricionais - Diarreias - Mau estado geral

COMO SÃO E SE COMPORTAM AS PULGAS? As pulgas são de reduzida dimensão (dificuldade em serem vistas) e muito ativas. Paralelamente possuem uma capacidade reprodutiva extraordinária. Em alguns casos a desinfestação do ambiente circundante, nomeadamente da casa, pode ser importante para contribuir para um controlo mais rápido e eficaz. O tratamento de todos os animais também é fundamental. Porquê tratar os animais e os locais onde circulam? As pulgas adultas reproduzem-se rapidamente colocando 15 a 20 ovos por dia e até 2.000 ao longo da vida. Quando um animal está infestado com pulgas, os ovos caem em locais onde este circula e em poucos dias passam a larvas que se escondem em zonas escuras (pavimentos, rodapés, frestas, gretas, tapetes, alcatifas, cestos ou camas de dormir, cobertores, almofadas, sofás, bancos de automóveis, garagens ou celeiros).As fases larva e pupa ajudam a manter infestações latentes já que podem variar de 1 a 6 meses de duração. É por isso que por vezes as pulgas permanecem e/ou reaparecem nas habitações passados meses (mesmo depois do animal tratado) - Uma pulga adulta consegue aguentar 6 meses sem comer.... Em ambientes com temperaturas entre 20 °C e 27 °C, o desenvolvimento das pulgas é mais rápido.

O QUE SE PODE FAZER CONTRA AS PULGAS? Para prevenir o aparecimento destes parasitas é importante proceder à plicação regular de produtos eficazes e adequados que eliminem as pulgas adultas (antes que possam depositar ovos), e de preferência que o façam por contacto, isto é, que não seja necessário que as pulgas piquem os animais tratados para serem eliminadas (de modo a prevenir DAPP) As infestações por pulgas podem surgir a qualquer momento, em particular dentro das habitações, já que as condições ambientais o favorecem (temperatura, humidade). É assim importante manter-se alerta ou preferencialmente adotar um programa preventivo anual. A reaplicação dos produtos, com a frequência adequada, é fundamental para a obtenção de resultados satisfatórios. UTILIZE O SERVIÇO GRATUITO DE AVISO DE DESPARASITAÇÃO DA BAYER EM: http://www.livredeparasitas.com/pt/ Através deste serviço irá receber via e-mail avisos para desparasitar o seu patudo. Consulte sempre o seu médico Veterinário.


70 visualizações